Normas de publicação

Livro

A Editora UFV utiliza, preferencialmente para suas obras, o formato 16 (15 x 22 cm), papel offset 24 ou 30 kg para o miolo, texto e ilustrações em preto e branco e capa tipo brochura em policromia e papel Supremo 250 g. Isso não significa, no entanto, que, em razão das características do trabalho, não possa ser adotado outro formato e acabamento. Todavia, havendo necessidade dessa mudança, o autor deverá procurar a Editora UFV, com antecedência, para conhecer suas implicações.

O preço de capa será definido pela Editora com base no custo total da obra e valor de mercado.

Estrutura do Livro

1. Capa

O layout da capa é de responsabilidade da Editora UFV, porém é importante que o autor envie fotos ou outras ilustrações relacionadas com o conteúdo da obra. A capa contém duas orelhas, trazendo a primeira dados sobre o autor, que podem vir acompanhados de foto, e a segunda, divulgação de outras publicações da Editora. A segunda orelha pode conter outras informações, conforme a origem da obra. No caso de obras editadas, a primeira orelha traz dados do(s) editor(es).

A primeira capa deve conter, obrigatoriamente, o nome da obra e do(s) autor(es) ou editor(es) e a logomarca da Editora UFV. No caso de coedição, constará da capa também a logomarca da outra editora.

A quarta capa traz um texto publicitário da obra, além do brasão da UFV e do código de barras. Dependendo da publicação, outras logomarcas poderão ser impressas.

Os textos que servirão de base para a primeira orelha devem ser encaminhados pelo proponente à Editora UFV assim que for comunicado sobre a aprovação da obra.

Quando possível, em razão de sua largura, o dorso, ou lombada do livro, conterá o título da obra e o nome do autor, além da logomarca da Editora e do brasão da UFV. O título inicia-se no extremo inferior do dorso.

2. Elementos Pré-Textuais

2.1. Falsa Folha de Rosto

Antecede a folha de rosto, apresentando apenas o título e, se houver, o subtítulo da publicação. O seu verso é uma página institucional, contendo também os nomes dos membros do Conselho Editorial da EDT e as logomarcas da Associação Brasileira das Editoras Universitárias – ABEU e da Asociación de Editoriales de America Latina y El Caribe – EULAC, às quais a Editora UFV é filiada.

2.2. Folha de Rosto

Contém os elementos essenciais de identificação da obra, como autor(es), título, edição – se não for a primeira –, editora, local e ano de publicação. O seu verso é uma página de expediente, apresentando a indicação de copyright e direitos de edição, ficha catalográfica, crédito dos responsáveis pelas várias etapas da obra, endereço, site, e-mail, telefone e fax de contato da Editora. Apresenta também o International Standard Book Number – ISBN, que é um sistema padronizado de numeração e identificação de títulos de livros, cujo número é fornecido pela Agência Brasileira do ISBN, da Biblioteca Nacional.

2.3. Dedicatória (opcional)

Deve vir logo após a folha de rosto, em página ímpar.

2.4. Agradecimento (opcional)

Pode vir no final do prefácio. Se, no entanto, este não for do próprio autor ou se for grande o número de pessoas e, ou, instituições às quais o autor agradece publicamente, deve vir na página seguinte à da dedicatória.

2.5. Epígrafe (opcional)

Citação, ou pensamento, que está de certo modo relacionada com a obra. Pode ser inserida, preferencialmente, na página de dedicatória ou vir separadamente na página ímpar posterior à do agradecimento.

2.6. Prefácio/Apresentação

Esclarece o conteúdo do livro. Localiza-se em página ímpar, após a epígrafe, se esta vir em página isolada. Pode ser redigido pelo próprio autor ou por outra pessoa.

Em caso de reedição, a obra deverá conter apenas o prefácio da nova edição. Casos especiais serão analisados pela Editora.

2.7. Introdução (opcional)

Texto em que o autor expõe informações gerais, porém correlatas, sobre o tema da obra. Trata-se, muitas vezes, de um histórico. Localiza-se em página ímpar, após o prefácio. O autor não deve confundir essa introdução com a que compõe uma das subdivisões dos elementos textuais, que é obrigatória.

2.8. Sumário

Indicação do conteúdo da obra, devendo conter as páginas de suas principais divisões, na ordem em que nela aparecem. Localiza-se após a introdução; entretanto, dependendo do número de páginas pré-textuais, essa posição pode ser alterada pela Editora UFV.
Observação: Não se deve confudir sumário com índice.

2.9. Lista de Siglas e Ilustrações

Quando há grande número de siglas e ilustrações – e somente neste caso –, o autor pode listá-las separadamente. No caso das ilustrações, devem ser apresentados o seu número, o título e a respectiva página.

3. Elementos Textuais

Constituem os elementos textuais o texto (introdução, desenvolvimento e conclusão), os elementos de apoio, como ilustrações – tabelas e figuras –, fórmulas, citações, notas e resumo, e os elementos de localização (páginas capitulares, títulos internos, fólios e cabeçalhos).

3.1. Tabelas

Não obstante as definições de Tabelas e Quadros da ABNT e de outras obras que tratam do assunto, a Editora UFV adotará o termo Tabela para todas as apresentações do tipo tabular que trazem informações textuais e, ou, dados estatísticos. As tabelas devem ser numeradas em algarismo arábico, por capítulo, e sequencialmente. Por exemplo, escreve-se Tabela 2.1 para identificar a Tabela 1 do Capítulo 2. O título, introduzido por um hífen, é escrito com inicial maiúscula somente na primeira palavra e nos nomes próprios, não apresentando ponto final.

A citação de fontes e notas eventuais são escritas no pé da tabela, sendo o seu corpo menor que o utilizado no texto.

As medidas das tabelas não devem ultrapassar 11 cm de largura por 17,5 cm de altura (tipo retrato) (Tabela 3.11) ou 17,5 cm de largura por 11 cm de altura (tipo paisagem) (Tabela 4.1), no formato 16 (15 x 22 cm). Caso a publicação requeira formato diferente, o autor deverá contatar a Editora UFV.

Quando a tabela ultrapassar uma página, coloca-se a palavra Continua… na sua parte direita inferior e, na página seguinte, repete-se a palavra Tabela com a respectiva numeração, seguida de hífen e da palavra Cont. (Tabela 7.2).
Observação: Nas tabelas, tanto no formato retrato quanto paisagem, a fonte não deve ser menor que 9, para o texto não ficar ilegível, motivo por que o autor/editor deve atentar para o número de colunas a ser utilizado.

3.2. Figuras

Nas figuras, que compreendem desenhos, gráficos, esquemas, fotografias, diagramas, fluxogramas, mapas e organogramas, são obedecidas as mesmas normas de apresentação de tabelas, à exceção da localização do título, que fica na sua parte inferior e com ponto final. Abaixo do título deve ser citada a fonte, caso a figura já tenha sido publicada, com o corpo menor que o do texto e ponto final.

As figuras já devem vir no local mais indicado do texto. Todavia, após aprovação do trabalho para publicação, o autor encaminhará junto com a versão final os arquivos originais das imagens, para que sejam efetuados eventuais ajustes e, ou, correções. Também é obrigação do autor enviar à Editora UFV os originais das ilustrações, especialmente dos desenhos, mapas e fotografias, para, se necessário, serem escaneados, visando à melhor qualidade da impressão do livro.

Se as fotografias forem digitalizadas, devem ser escaneadas em 300 dpis (CMYK), com cor verdadeira; se em preto e branco, também em 300 dpis, em tons de cinza. Ambas devem ser salvas como TIF.

As fotografias em preto e branco devem ser impressas em papel brilhante e enviadas à Editora com a respectiva legenda, em envelopes individuais. Não serão aceitas reproduções e xerox.

No caso de desenhos à mão, que sejam feitos a nanquim.

Quando citadas no texto, as figuras, assim como as tabelas, devem ser indicadas pela palavra Figura, com a primeira letra maiúscula, acompanhada de sua numeração.

3.3. Uso do Grifo (negrito ou itálico)

Em todo o trabalho é necessário que haja uniformização do grifo.

O itálico é apropriado para destacar expressões em língua estrangeira, títulos de periódicos e livros e nomes científicos de gêneros e espécies animais e vegetais.

O negrito é usado para dar ênfase a palavras ou letras do texto.

3.4. Fórmulas e Equações

Entre vários aspectos a serem observados, destacam-se os seguintes:

a) Quando ocorrerem no meio do texto, deve haver entrelinhamento suficiente para comportar sua presença.

b) Quando isoladas, deve haver um espaço superior e outro inferior equivalentes a 1 cm, podendo ser numeradas ou não.

c) Não devem ultrapassar a largura da mancha do texto.

d) Se necessário, a divisão das fórmulas em duas linhas ou mais só poderá ocorrer onde houver sinais como + (mais), – (menos), = (igual), devendo o sinal ser repetido no início da linha seguinte.

e) Quando digitadas no Word, as fórmulas matemáticas devem ser escritas no “Microsoft Equation”.

3.5. Unidades de Medidas

Se forem utilizadas, a Editora UFV recomenda seguir o Sistema Internacional de Medidas.

3.6. Sistemas de Chamadas de Citações

Citações são textos extraídos de documentos pesquisados e necessários para fundamentar as ideias desenvolvidas pelo autor. A Editora UFV adota as normas da ABNT (NBR 10520).

Se o(s) nome(s) do(s) autor(es) fizer(em) parte do texto, apenas o ano da publicação aparece entre parênteses.

No caso de transcrição do texto, além do ano, deve-se citar a página de onde foi retirado.

No caso de mais de dois autores, usa-se o sobrenome do primeiro seguido da expressão et al.

No caso de mais de um autor e diferentes obras, as citações bibliográficas no texto são feitas por ordem cronológica.

Quando não fizer parte do texto, a citação vem entre parênteses.

Quando não for possível consultar o documento original e houver necessidade de reproduzir informação já citada por outro autor (citação de citação), escrevem-se o nome do autor original e o ano de publicação da obra acompanhados da expressão “citado por”, ou “apud”, mais o nome do autor consultado e respectivo ano de edição da obra. Também nesse caso, o nome do autor pode ou não fazer parte do texto. Em caso afirmativo, apenas o nome do autor original vem fora dos parênteses. Em caso contrário, toda a citação vem entre parênteses.

Casos especiais de chamadas de citações serão analisados pela Divisão Editorial e de Arte da Editora UFV.

3.7. Notas

São observações ou aditamentos ao texto de uma obra. Podem ser apresentadas em rodapé ou no final do texto, de capítulo ou seção.

As notas de rodapé prestam esclarecimentos e tecem considerações que não devem ser incluídas no texto, não interrompendo, assim, a sequência da leitura. Devem ser em número bastante reduzido, feitas sequencialmente em algarismos arábicos dentro de cada capítulo e vir na mesma página em que foram chamadas, com corpo menor que o utilizado no texto. Para a sua chamada no texto, utiliza-se algarismo arábico, em corpo menor, na entrelinha superior, sem parênteses, e nunca antes do sinal de pontuação.

4. Elementos Pós-Textuais

4.1. Posfácio

É utilizado apenas diante da necessidade de inserir à última hora um esclarecimento que, de alguma forma, modifique ou corrobore as informações contidas no corpo do texto. Por ser elemento ocasional, o posfácio praticamente não é empregado nas publicações da Editora UFV.

4.2. Referências

Conjunto de elementos, em lista própria, que permite a identificação de publicações, no todo ou em parte, como autor, título, edição, local, editora, data de publicação, número de páginas etc. Esta lista deve obedecer à ordem alfabética única de sobrenome do autor. Não se deve confundir Referências com Bibliografia. A primeira compreende as fontes bibliográficas utilizadas pelo autor e, a segunda, uma lista de obras por ele recomendadas.

A Editora UFV adota a norma NBR 6023 (ABNT, 2002a); as situações especiais serão avaliadas pela sua Divisão Editorial e de Arte.

4.3. Glossário

Relação de termos e expressões técnicas, acompanhados de definições ou traduções. Dispõe-se, na página, em linhas compridas ou em colunas (duas), devendo o tamanho da fonte ser menor que o do texto.

4.4. Apêndice e Anexo

Matéria complementar e, ou, comprobatória, trazendo informações esclarecedoras que não se incluem no texto, a fim de não prejudicar a sequência lógica da leitura. Sua paginação, no entanto, dá continuidade à numeração do texto. O apêndice deve ser elaborado pelo autor da obra; o anexo constitui documentos de outros autores.

4.5. Índice

Lista detalhada de assuntos, nomes de pessoas e nomes geográficos e outros, com a indicação de sua localização no texto.

Apresentação de Textos Originados de Dissertações e Teses

Uma vez que a Editora UFV não publica teses e dissertações e que o autor, antes de submeter o texto para publicação, deverá reformulá-lo para atender à linha editorial da Editora, são importantes as seguintes instruções, além das apresentadas no item Apresentação de Originais:

a) O texto deve visar a um público leitor mais amplo, não se restringindo, pois, ao campus universitário, bem como atender às exigências de mercado.

b) Devem ser eliminados os excessos de aparato teórico e crítico, próprios de um trabalho de tese ou dissertação.

c) Devem ser eliminados, ainda, extrato e abstract, excesso de citações, biografia e outros itens específicos desses trabalhos.

d) Devem ser evitados anexos e apêndices extensos.

Reedição

Entende-se por reedição a nova impressão de um livro já editado com alterações de conteúdo ou atualizações.

Quando o autor apresentar proposta de reedição de livro à Editora UFV, cuja edição anterior seja da responsabilidade de outra editora, é necessário que ele encaminhe o texto revisado e atualizado, com as mudanças devidamente destacadas, e envie um exemplar da edição anterior.

Os aspectos observados para a apresentação de propostas de publicação à Editora UFV devem ser também respeitados nas reedições.

Cabe ainda ao proponente apresentar cópia do contrato de Edição de Obra Bibliográfica com a Editora de origem e, no ofício de encaminhamento ao Conselho Editorial, mencionar a tiragem da edição anterior e se a obra se encontra esgotada.

A avaliação das alterações do livro por um ou mais especialistas será deliberada pelo Conselho Editorial.

Reimpressão

A Editora UFV só reimprime livros que tenham sido por ela publicados. Por se tratar de reprodução sem alteração em seu conteúdo, a própria Editora decide quanto à reimpressão da obra, conforme sua demanda e vigência do contrato. Cabe ao autor comunicar à Editora quando a obra estiver desatualizada e providenciar as devidas alterações.

Direitos Autorais Patrimoniais

Considerando o padrão de livro adotado pela Editora UFV, o autor será remunerado à base de 20% (vinte por cento) sobre o preço de venda da obra, em caso de não participar dos custos da publicação, ou receberá esse percentual em número de exemplares. Caso participe, o percentual de direitos autorais patrimoniais será estipulado de acordo com essa participação, e o pagamento poderá ser feito também em número de exemplares. Se o livro não atender ao padrão gráfico da Editora UFV, o valor de direitos autorais patrimoniais será estipulado em conformidade com os custos da obra. Em qualquer um dos casos, será firmado Contrato de Edição de Obra Bibliográfica entre as partes. A participação do autor no custo da obra não lhe dá o direito de interferir em seu valor de capa.

No caso de obras editadas (coletâneas), o pagamento pela cessão de direitos de edição será efetuado conforme estabelecido entre o editor e a Editora UFV no Contrato de Publicação, devendo o editor apresentar termo de autorização dos autores para aquele procedimento.

Quanto às Séries Didática e Vestibular, o autor/editor será remunerado à base de 10% (dez por cento) da tiragem contratual em número de exemplares.